E-COMMERCE

Tudo sobre tags hreflang

Muitas páginas web oferecem versões diferentes dependendo do idioma ou do país sob o mesmo endereço ou domínio. Esse é o caso das empresas de comércio electrónico que operam internacionalmente, vendendo produtos à escala global. Se o seu site opera em diferentes idiomas e regiões e ainda não usa as tags hreflang, pode estar a prejudicar o seu posicionamento orgânico. Descubra abaixo como evitar essa situação através do uso de tags hreflang.

O que são tags hreflang?

São tags que devem ser adicionadas ao código de uma página web e que servem para indicar ao Google e a outros mecanismos de pesquisa que existem versões diferentes dela. Essas versões podem variar dependendo do país ou região a que são endereçadas ou de acordo com o idioma. Por exemplo, se um visitante do Canadá acede a um site com diferentes versões de idioma e país, o correcto seria que, graças às tags hreflang, a versão dessa região e o idioma configurado no seu navegador sejam exibidos que, neste caso, provavelmente seria ou o inglês ou o francês.

Quando utilizá-las?

Existem várias situações em que é altamente recomendável adicionar as tags hreflang a uma página web. Em primeiro lugar, são importantes para as páginas em que o conteúdo está em apenas um idioma, mas que apresenta pequenas variações regionais. Este seria o caso de um site com conteúdo em espanhol e versões diferentes para a Colômbia, Espanha e Peru. No caso de não implementar as tags hreflang indicando os diferentes países, o Google poderia interpretá-lo como conteúdo duplicado, já que as variações dialécticas não são tão importantes ao ponto de serem consideradas originais ou novos conteúdos. O segundo caso em que essas tags devem ser aplicadas é nas páginas em que o conteúdo é completamente traduzido em diferentes idiomas. Um exemplo seria uma página com versões em francês e italiano. Ao implementar as tags hreflang, é possível fornecer informações relevantes aos robôs que sondam o site, indicando os idiomas disponibilizados para o utilizador.

A sua implementação

Embora a implementação da tag hreflang envolva a introdução de algumas linhas de código, é um processo bastante simples. Para fazer isso, a tag deve ser adicionada na parte do código do cabeçalho da página web, seguindo a estrutura e a sintaxe a que mostramos abaixo:

<link rel=”alternate” hreflang=”codigo_idioma” href=”url_de_pagina”/>  

O codigo_idioma deve ser um código de região suportado para o qual a versão da página em questão é endereçada. Além disso, pode substituí-lo por x-default para indicar qual a versão que deve ser mostrada aos utilizadores cujo idioma não está especificado nas suas tags hreflang. Na parte url_de_pagina deve inserir o URL da versão da página do idioma especificado ou direccionado para a região indicada.

Benefícios da tag hreflang: incluir este elemento ajudará a melhorar o SEO do seu site, caso ele contenha vários idiomas ou se for direccionado para diferentes regiões. Por um lado, facilitará o posicionamento correcto em cada país e, por outro, permitirá que evite que o Google o penalize por conteúdo duplicado no caso de diferenças dialécticas, tal como explicado anteriormente.

O uso de tags hreflang é expressamente recomendado nas directrizes de boas práticas do Google para SEO. Incluir esse elemento é relativamente simples e de grande importância, portanto, se a sua página web ou de comércio electrónico tiver versões diferentes para idiomas e regiões diferentes, não hesite: implemente-o o quanto antes e melhore o seu posicionamento orgânico.

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce