RECURSOS

Porque deveria integrar um CMS no seu website?

Lembra-se dos tempos em que era necessário saber escrever código para criar um website?

As coisas mudaram muito desde então. Já faz alguns anos que praticamente qualquer pessoa sem qualquer conhecimento técnico pode criar um website de forma simples e intuitiva, graças aos  célebres CMS (Content Management Systems) – sistemas de gestão de conteúdos.

O que são CMS?

Tratam-se de plataformas web standartizadas que permitem ao usuário comum gerir o conteúdo da sua página facilmente sem possuir qualquer conhecimento de código. Existem vários tipos de CMS, de acordo com o tipo de página que se pretende criar. Estes classificam-se em dois grandes grupos: por um lado temos os gestores de conteúdos para web e por outro, as plataformas específicas de E-commerce. Os mais populares do primeiro grupo mencionado são o WordPress, o Drupal e o Joomla. Os do segundo grupo, o Prestashop, o Shopify e WooCommerce.

As vantagens dos CMS para a sua loja E-commerce

É importante selecionar um CMS que se adapte às suas necessidades, uma vez que aqueles adequados para E-commerce devem ter funcionalidades muito específicas que não se encontram nos gestores de outros conteúdos web. Devem, por exemplo, habilitar o utilizador a adicionar produtos ao seu carro de compras. Para além do mais, um CMS de E-commerce, oferece uma série de vantagens:

  • Custo reduzido: apesar destes sistemas acarretarem custos de utilização e manutenção, utilizar um CMS pressupõe um investimento muito mais baixo face à alternativa de desenvolver um site de raiz, uma vez que caso não domine o código será necessário contratar um developer que o faça por si.
  • Atualizações: os CMS lançam versões atualizadas de forma contínua e constante, com o objetivo de melhorar a prestação da navegação e usabilidade, para além de solucionar problemas de versões anteriores.
  • Usabilidade: ao não precisar de escrever código, poupar-lhe-á bastante tempo, o qual poderá investir na gestão e edição de conteúdo.
  • Infinidade de possibilidades: para começar, pode investir num template básico e ao seu ritmo ir integrando novas funcionalidades no seu website de forma rápida, através de plugins.
  • Gestão simples do SEO: a maioria dos CMS estão desenhados para serem SEOfriendly, ainda que este dependa do sistema selecionado, também é possível descarregar plugins para otimizar o SEO do seu website, como por exemplo, Yoast no caso do WordPress.
  • Comunidade: se tem alguma questão ou problema com o seu website, encontrará uma grande quantidade de tutoriais e fóruns com informação relevante.

Qual o CMS que deve selecionar?

Neste ponto vamos abordar algumas das opções que mais se utilizam, assim como as vantagens e desvantagens de cada uma.

  • WordPress+WooCommerce: o plugin WooCommerce converte uma página gerida pelo WordPress num site de E-commerce. A vantagem principal passa pelo facto do WordPress estar muito bem otimizado a nível de SEO e ser fácil de manipular, ainda que tenha algumas limitações ao nível do design. É a opção certa para um principiante!
  • Prestashop: esta é uma opção simples e intuitiva, o que a tornou uma das plataformas mais utilizadas pelas pequenas e médias empresas de E-Commerce. Oferece uma quantidade abrangente de templates gratuitos, no entanto é um pouco mais fraco a nível de SEO (quando comparado com o WordPress), apesar de existirem plugins para o melhorar. A sua principal desvantagem é requerer a compra de certos e determinados módulos para lojas online.
  • Shopify: é idêntico ao Prestashop mas mais simples para o utilizador. Não requer hosting, uma vez que aloja o site na própria plataforma, na claud e a sua instalação é tão fácil que rapidamente terá a sua loja online funcional. Porém, não oferece flexibilidade para alterar o design e é difícil gerir o SEO de forma correta.

Se não tem conhecimentos de código ou não pretende contratar um web developer, integrar um CMS na sua loja online revela-se uma opção muito vantajosa. Para potenciar ao máximo deste tipo de plataformas, basta informar-se sobre cada uma e selecionar aquela que melhor se adapte à sua situação. Desta forma poderá medir os seus resultados, testar, avaliar, repetir o processo e multiplicar as suas vendas.

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce