Marketing e Negócio

Notificações personalizadas na sua estratégia de m-commerce. Descubra do que se trata.

A retenção de utilizadores é uma das pedras filosofais do setor das aplicações móveis. Se tão facilmente se ganham utilizadores como se perdem, o que significa que a sua estratégia  de retenção não está a funcionar corretamente. O que se pretende é que os utilizadores se mantenham ativos na app, que se apaixonem e criem uma relação que os faça deixar de procurar outras lojas online. Nem sempre é fácil.
Para conseguir que o utilizador se mantenha utilizador de uma mesma app por mais tempo, há que manter a atenção do mesmo direcionada à app, o que implica um trabalho duro e definição de boas estratégias.

Tratar cada cliente como alguém único e especial é o ideal em qualquer área comercial, além disso, proporcionar as melhores ofertas através do envio de notificações, fará com que qualquer utilizador passe mais tempo dentro da sua loja online, pelo que, será mais provável registar-se um aumento nas vendas.

Um publico muito importante no mundo do e-commerce é aquele que compra através do smartphone. O tráfego e as compras feitas a partir de dispositivos móveis estão a ganhar protagonismo dentro das estratégias de marketing das empresas.

O Marketing Digital está a absorver a maioria dos pressupostos de marketing que conhecemos, sendo o mobile parte estratégica. À data, posiciona-se como a quarta técnica de marketing digital mais valorizada, atrás do marketing de conteúdos, Big Data e Marketing de Automação.

Faça com que o seu cliente se sinta único com notificações personalizadas

Notificações push

São grandes aliadas para as marcas que procuram comunicar com os seus utilizadores e que são odiadas por algumas pessoas. Atualmente as marcas procuram demarcar-se cada vez mais desta imagem negativa, com mensagens inteligentes, personalizadas, oportunas e de interesse. Falamos das notificações push.

A principal característica desta forma de comunicação é o aumento de tráfego da sua loja online. No que ao m-commerce concerne, cada vez que o servidor regista uma nova informação, este informará automaticamente o cliente, ainda que este não tenha interesse em saber se há algo de novo. O ideal é dar ao utilizador a opção de escolha, deixando-o decidir se pretende que as notificações lhe sejam entregues no smartphone ou não. Esta técnica caracteriza-se pelo seu imediatismo, dado ser automatizada.

Notificações geolocalizadas (Geofence)

Primeiro, é importante estabelecer uma diferença entre notificações geolocalizadas e Geofencing. “A geolocalização é tomar uma referência física, como por exemplo Lisboa ou Portugal e o Geofencing é capaz de reconhecer uma posição física graças a uma coordenada de GPS com o SDK nas apps dos clientes”, explica Emma Laurent, Head of International Business na Accengage, editor de tecnologia SaaS em notificações móveis Push, Web e Facebook Messenger.

Este tipo de alertas são ideais para aqueles utilizadores que procuram lojas mais próximas. É uma opção que muitas lojas que se dedicam ao m-commerce estão a aproveitar, visto que os clientes que necessitam desta funcionalidade são utilizadores de smartphone. Mostrar-lhes onde se encontram as suas lojas, será certamente algo que lhes agradará. Outro dos pontos positivos será entender os comportamentos do público. Um uso bastante comum desta técnica é notificar os utilizadores que passem perto de uma loja, presenteando-os com ofertas especiais que potenciarão a criação de tráfego em loja.

Emma Laurent, Responsável Regional para Portugal, Espanha e América Latina na Accengage, líder europeu em em tecnologias de notificações push, considera este tipo de notificações como “a ligação entre o digital e a loja física. É o melhor meio de comunicação, coerente, eficaz, em tempo real, influente e adiciona uma valor ao serviço e à experiência do utilizador”.

Até que ponto estas notificações podem aumentar o tráfego de utilizadores? “Isto varia de campanha para campanha, de indústria para indústria e, inclusivamente, consoante a mensagem. O que é evidente, é a reatividade dos utilizadores ao ter uma mensagem que relaciona, de forma inteligente um contexto: um espaço físico, com um histórico de comportamente e/ou compra, com a personalização da mensagem, com um momento perfeito”, acrescenta Emma Laurent.

Destaca ainda que “é uma mensagem com maior influência do que uma mensagem normal e facilmente mensurável, ao detetar o número de utilizadores que ingressaram via Geofence e que tiveram uma compra como ação final”.

O e-mail marketing, um elemento tradicional que se adapta

“O e-mail, é agora um canal tradicional, eficaz, mas não em tempo real. Uma notificação push, por sua vez, possui uma característica de rapidez e facilidade de leitura. A notificação Push corresponde ao modelo de consumo atual e contribuirá para o crescimento do M-commerce nos próximos anos”, especifica Emma Laurent.

O e-mail marketing, ao invés do envio de e-mails massivos sobre vendas e promoções, analiza os gostos e características de cada cliente. Assim, o seu conteúdo será muito mais atrativo para o seu destinatário e, provavelmente, o mesmo irá lê-lo. Além disso, os e-mails otimizados para dispositivos móveis reforçam a confiança do cliente na autenticidade da web, o que elimina a possibilidade desse e-mail ser marcado como spam ou lixo. A chave reside em personalizar a experiência proporcionada de acordo com o cliente.

Geralmente, as aplicações móveis são mais rápidas de utilizar e são idóneas para simplificar o processo de pagamento. O mercado está em constante mudança e, hoje em dia, a tendência incide sobre os smartphones devido ao seu elevado grau de utilização. Assim, muitos utilizadores optam pelo m-commerce, pelo que se regista uma oportunidade de negócio que não deverá deixar escapar.

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce