Marketing e Negócio

Dicas para categorizar os produtos da sua loja online

As lojas online têm servido como um meio chave para vender, ser reconhecido e obter recomendações do público, contudo, as vendas online estão em constante evolução, o que também afeta a forma de categorizar produtos no site.

Um site de e-commerce deve ter uma organização clara e detalhada das categorias de produtos e serviços que disponibiliza para facilitar a navegação dos utilizadores e conseguir a melhor indexação possível nos browsers.

Perante uma vasta variedade de opções, a capacidade das pessoas para tomar decisões complica-se. Por isso, é importante categorizar os seus produtos, já que ajuda os clientes a tomar a sua decisão final ao balizar de forma adequada os mesmos, acrescentando-lhes mais informação.

As categorias da sua loja online, orientarão os seus clientes de modo a focar a sua pesquisa no produto que consideram ideal para si mesmos. Para as lojas online o objetivo passa por ajudar os seus utilizadores a encontrar mais facilmente aquilo que procuram e, havendo demasiadas opções presentes no menu do site, será mais difícil navegar até ao produto pretendido e encontrá-lo com sucesso. Assegurar uma estrutura simples, permitirá aos seus clientes moverem-se muito mais fácil e comodamente pela sua loja online, desfrutando de uma melhor experiência de compra.

Há uma série de passos fundamentais a seguir para definir as categorias mais adequadas para identificar os produtos e serviços que oferece, contudo, antes de mais nada, deve considerar os conceitos de pesquisa que utilizará um utilizador disposto a adquirir os seus produtos.

A categorização dos seus produtos começa na fase de desenho da estrutura

Para facilitar a navegação na sua loja online é imprescindível agrupar de forma correta todas as secções e subsecções do seu site. Caso não possa prescindir de uma estrutura com vários níveis o melhor será organizá-los com um mega menu de modo a obter uma visão mais clara. Trata-se de um passo fulcral na fase de desenho da estrutura do site que ajudará a otimizar e a fazer com que o seu site alcance as posições cimeiras dos motores de busca.

Por outro lado, ter bem definido o seu modelo de negócio e trabalhar as palavras-chave, irá permitir-lhe categorizar de forma adequada a sua loja. O “keyword planner” da Google, bem como o Google Trends são duas ferramentas, entre outras, que o ajudam a conhecer as tendências de pesquisa durante um determinado período de tempo e a realizar uma comparação entre palavras pequisadas para saber quais são os artigos mais procurados em que altura do ano. Com base nestes dados, poderá organizar de forma mais assertiva as suas campanhas.

Além disto, convém utilizar uma página canónica, apresentada pela Google, Yahoo! e Bing em 2009, de modo a solucionar a problemática do conteúdo duplicado ou semelhante em matéria de SEO. Evite qualquer tipo de personalização!

Um artigo em concreto pode ter várias cores, tamanhos ou desenhos, contudo o produto é apenas um. Para impedir que os motores de busca indexem todas estas páginas de forma separada e as interpretem como conteúdo duplicado, faz-se um redirecionamento, através de código, indicando que há uma URL principal e que esta é a que se deve ter em conta. Por sua vez, o utilizador poderá encontrar e selecionar qualquer uma das páginas do produto.

Assim, é necessário apostar num design atrativo, que fuja ao habitual de modo a chamar à atenção, bem como desenvolver um site simples de utilizar e que garanta uma boa UX. Isto irá abrir-lhe portas para conseguir que mais clientes façam compras na sua loja online.

Assegure-se que ao desenvolver o seu site, contempla a capacidade para mostrar um maior número de artigos e ferramentas para proporcionar um melhor serviço.

Os 5 passos necessários para planear a categorização da sua loja online

  • Defina os conceitos de pesquisa que os users irão utilizar para adquirir os seus produtos e analise as keywords utilizadas pela sua concorrência.
  • Agrupar corretamente todas as secções e subsecções. No caso de não poder prescindir de uma estrutura com vários níveis, utilize um mega menu.
  • Desenvolva um estudo acerca das palavras chave a utilizar em SEO, recorrendo a ferramentas de planeamento e análise que lhe possibilitem medir resultados sobre como o utilizador encontra os seus produtos e serviços.
  • Utilize uma página canónica de modo a solucionar o problema gerado pelo conteúdo duplicado ou semelhante para melhorar a sua indexação e posicionamento nos motores de busca.
  • Aposte num design atrativo e user-friendly que garanta uma boa experiência de utilizador (UX).

Com estes passos, estará a ajudar o cliente a mover-se pela sua loja online com mais facilidade, encontrando mais rapidamente os artigos que procura, aumentando assim as probabilidades de aquisição do produto.

 

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce