Gestão e Logística

Conselhos para gerir o stock da sua loja online

Antes de colocar em marcha a sua loja online e começar a vender produtos, deverá ter bem definido onde e como irá gerir o stock do seu negócio, de modo a realizar as entregas aos seus clientes da forma mais rápida e eficaz.

Um dos elementos mais importantes para assegurar o êxito da sua loja online é precisamente a gestão de stocks,já que, o registo de problemas nas entregas irá conferir-lhe uma má reputação de marca, a desconfiança dos consumidores e, como consequência, uma queda drástica das vendas.

À medida que o seu negócio vai crescendo, também aumentará a complexidade da estrutura do seu sistema de organização logística e, não deverá esquecer-se que este, deverá crescer ao ritmo do seu negócio.

Os clientes são cada dia mais exigentes com as suas compras online, por esta razão, uma boa gestão do stock da sua loja online aumentará a eficácia no processo de distribuição, a satisfação dos clientes e a sua fidelização. Para isso, efetuar a contabilização dos produtos que mais sucesso têm na sua loja e dos que são mais procurados pelos clientes irá ajudar ao crescimento do seu negócio, dado que, os seus produtos estrela deverão ser os mais solicitados pelo público.

Histórico de vendas e conversões

Para poder gerir o seu stock corretamente e responder em tempo real às necessidades que vão surgindo, há que realizar uma previsão da procura dos produtos que disponibiliza.

Analisar o histórico de vendas e conversões irá permitir levar a cabo a planificação do seu stock de acordo com os padrões de comportamento dos seus clientes face a um produto em especifico. Assim, se prevê o aumento da procura, será necessário aumentar o stock em conformidade, por sua vez, se se regista uma diminuição, será necessário reduzir o stock.

Recorde-se que nunca deve vender mais do que tem em stock

Deve ser sempre transparente com os seus clientes. Os compradores preferem saber que o produto não se encontra disponível momentaneamente do que recebe um envio com atraso.

Assim, uma escolha correta de fornecedores e uma boa comunicação com os mesmos tornarão as coisas muito mais simples para si. Se a sua relação com o fornecedor é a ideal, poderá indicar com segurança na sua loja online em que data terá novamente o produto em stock.

Por outro lado, os sistemas automatizados podem melhorar de forma notável os processos de distribuição e e aumentar a satisfação dos clientes. Automatizar o stock irá permitir-lhe desenvolver uma gestão eficaz e contar com uma poupança de custos e tempo.

Existem várias formas de organizar o stock da sua loja online. Se está a começar e os produtos que disponibiliza são provenientes de terceiros, pode pensar em recorrer a outsourcing para a gestão do seu stock, optando por uma modalidade de dropshopping. Deste modo, se os seus produtos são mais artesanais, convém preparar-se para a possibilidade de ter uma armazém próprio.

Armazém próprio VS stock de terceiros

Como loja online, o primeiro passo conjunto com a seleção dos produtos e/ou serviços que irá comercializar é considerar qual o tipo de logística mais adequado às características da sua loja online e da sua oferta.

Desta forma, poderá contar com o seu próprio armazém ou manter o stock e as entregas de produtos alocadas externamente, atuando com um intermediário entre o fornecedor e os clientes.

Se optar por um stock próprio, terá de ter um armazém preparado para guardar e gerir os produtos que comercializa, sejam de produção própria ou provenientes de fornecedores. O maior benefício deste tipo de armazenamento é a velocidade de entrega e, a principal desvantagem é que pode haver um excedente de produto quando a procura é baixa. Se isto ocorrer, poderá ter perdas e gastos adicionais que,muitas vezes, obrigam a uma desvalorização do produto e à criação de promoções e descontos.

Se optar pelo stock de terceiros, poderá adquirir uma determinada quantidade de produtos a um fornecedor, com a condição de que se não os escoar até uma determinada data, poderá devolvê-los. Qual é a principal vantagem desta modalidade? Correrá o risco de ter excedente de stock, evitando perdas monetárias, contudo, a principal desvantagem reside no facto de que nem todos os produtos são ideais para este tipo de gestão. Em geral, os produtos mais duradouros e de menor rotação, pelo seu valor ou sazonalidade, funcionam bastante bem com esta opção.

Dentro do stock de terceiros, o modelo de dropshipping é muito recomendável para começar, já que permite à loja online não arriscar demasiado, mas testando as suas vendas online. A grande vantagem é que não terá de realizar a gestão do inventário visto não ter nada armazenado, poupando no armazenamento e despesas pessoais. Além disso, não terá de comprar o produto até que este seja vendido e tenha recebido o pagamento do cliente.

A desvantagem do dropshipping é que nem sempre há garantia de que o produto chegue nas melhores condições ao cliente, nem de que coincida totalmente com o produto anunciado. Há que confiar no fornecedor eleito.

Em conclusão, convém que esteja preparado para quando o seu negócio obtiver um crescimento continuo e seja necessária uma gestão mais avançada do stock. Se realizar uma gestão de stock bem sucedida, poderá aumentar as suas vendas, ganhar novos clientes e consolidar a confiança dos consumidores já existentes.

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce