Sin categoría

Como fazer uma auditoria SEO em 10 minutos

Por vezes, os proprietários de páginas web podem sentir alguma confusão quando os seus espaços não aparecem nos resultados dos motores de busca. Nestes casos, é recomendável levar a cabo uma auditoria SEO, que determinará que melhorias são necessárias e que elementos devem ser optimizados para que se converta o espaço numa página web a funcionar em pleno.

Descubra graças a estes passos se o seu e-commerce apresenta erros importantes, que possam prejudicar o seu posicionamento orgânico, para que possa corrigi-los e melhorar os seus resultados.

Auditoria SEO: trata-se de uma análise intensiva de todos os aspectos que podem afectar o posicionamento orgânico de uma página web. Normalmente, estas auditorias dividem-se em duas partes: analises dos elementos  on-page e off-page. Na primeira parte analisam-se os elementos relativos à página web em si, e na segunda, tudo aquilo que afecte o site fora do mesmo, como as ligações externas às redes sociais.

Idealmente, uma auditoria SEO deve-se levar a cabo de forma exaustiva para analisar minuciosamente todos os elementos que podem ser melhorados para se obterem melhores resultados. Contudo, em ocasiões em que o tempo não o permita, pode também efectuar uma auditoria menos profunda. Esta permitirá identificar os pontos fracos mais importantes do seu e-commerce, deixando para trás as optimizações que tem uma menor repercussão no posicionamento orgânico e que podem ser tratadas mais tarde. Graças a esta primeira análise, em que verá de forma mais fácil e rápida o estado da sua página, poderá determinar se a optimização do mesmo requer muito ou pouco trabalho.

Elementos on page a analisar: tratam-se dos elementos da pagina web em si. Em caso de auditoria, os factores mais importantes a analisar são:

-Páginas indexadas: trata-se de ver o número de páginas, landing pages, que o Google dispõe na sua base de dados. Para isso, a forma mais simples é fazer uma consulta na Google Search Console. Se observarmos um número demasiado elevado de páginas, poderá dever-se a conteúdo duplicado e, se for demasiado baixo, a informação sobre as páginas não está a ser indexada correctamente.

-Metadata – a ferramenta Screaming Frog, onde apenas tem que inserir o URL, devolve, entre outros dados, as meta descrições e títulos do seu site. Também indica o número de landing pages que não o contêm, e indica as que devem ser optimizadas.

-Velocidade de carregamento- este é um factor muito importante que deve, naturalmente, manter-se optimizado. PageSpeed é uma ferramenta gratuita do Google que, ao inserir o URL, indica a pontuação em relação à velocidade do site e os pontos que devem ser melhorados.

-Sitemap.xml e txt – é importante aceder a estes arquivos para comprovar que não estamos a impedir a indexação nem os acesso dos robots da Google às páginas que queremos que apareçam nos resultados dos motores de busca.

Elementos off-page: no caso de uma auditoria menos profunda, estes elementos caem para segundo plano. Contudo, é sempre interessante ver se uma página web dispõe de ligações externas que levem à mesma, e que não existe conteúdo duplicado de outras páginas. Para este último factor, existem ferramentas online gratuitas de conteúdo duplicado.

 

Uma auditoria em profundidade é uma tarefa que geralmente implica várias horas de trabalho, contudo se não dispõe do tempo necessário para realizá-la, não deixe de fazer uma pequena auditoria para detectar, pelo menos, os erros mais graves que impedem um bom posicionamento do seu negócio e-commerce. Um vez que esta análise esteja feita, será necessário determinar se se tratam de elementos que precisam de uma investigação mais profunda para se encontrar a raiz do problema, ou se é algo facilmente corrigível.

Realize hoje mesmo um auditoria SEO em 10 minutos e faça um diagnóstico da saúde da sua página web de e-commerce.

 

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce