E-COMMERCE Marketing e Negócio

Como compatibilizar a loja física com a online?

Existem vários negócios que começam uma loja online anos após já terem uma loja tradicional. Esta evolução surge essencialmente como uma direção lógica e natural. Mas o contrário também se verifica: pure players da internet que decidem abrir um estabelecimento físico posteriormente.

Neste artigo vamos partilhar algumas estratégias às quais pode recorrer para compatibilizar uma loja física com uma loja online e otimizar as duas em todo o seu potencial.

#1 Click and Collect

Se tem uma loja online, o mais provável é já estar familiarizado com as possíveis opções de entrega que pode disponibilizar ao seu cliente:

  • Entrega em casa;
  • Entrega no trabalho;
  • Entrega num ponto de recolha;
  • Entrega a um vizinho/porteiro;
  • Entrega na loja;

É sobre esta última que nos vamos debruçar para potenciar as duas vertentes do seu negócio – a possibilidade do seu cliente realizar uma compra no seu website e recolher o envio na sua loja física.

Desta forma, está não só a poupar dinheiro a si e ao seu cliente, como ao mesmo tempo a gerar tráfego para a sua loja e a transmitir credibilidade.

Uma vez que o consumidor se desloca até à loja, pode aproveitar para lhe mostrar as melhores ofertas e fazer cross selling.

#2 Webrooming e showrooming

Webrooming e showrooming são dois novos comportamentos que surgiram como consequência da rápida emergência do comércio online, e naturalmente, vão influenciar a estratégia para compatibilizar a loja física e a online. De acordo com o estudo Big Data sobre el Comportamiento del Consumidor, realizado anualmente pela TC Group Solutions, “o webrooming impõe-se ao showrooming ”. Ou seja, os clientes praticam menos showrooming (visitar lojas físicas para ver e experimentar o produto, que acabam por comprar online) e mais webrooming (analisar o produto na internet e acabar por comprar na loja física).

De qualquer das formas, o facto de um potencial cliente entrar numa loja física já é uma vitória para o vendedor, uma vez que segundo este mesmo estudo, 37,6% das pessoas que entram num estabelecimento tradicional, acaba por comprar alguma coisa.

#3 Mais informação sobre os seus clientes

Uma outra vantagem de compatibilizar os dois negócios, relaciona-se com o fluxo de informação que podemos conhecer sobre os nossos clientes, muito mais completa quando temos dois canais que funcionam em simultâneo.

Os dados que os clientes fornecem online servem para guiar as campanhas de marketing, sejam digitais (ofertas personalizadas, promoções exclusivas, etc.) ou tradicionais (promoções e eventos nas lojas físicas).

#4 Controlo de inventário integrado

Para garantir a veracidade dos dados fornecidos online, no que diz respeito ao inventário, é necessário dispor de um programa que permite integrar os stocks do comércio físico e virtual.

Trata-se de um software que pode valorizar em muito o seu trabalho, no que respeita à gestão de stocks, e manter o inventário atualizado de forma a evitar que se realizem vendas online de produtos que já não se encontram disponíveis.

Em todo o caso, atualmente, os negócios vendem tanto através da Internet como da loja física, o desafio passa por delinear uma estratégia omnicanal com capacidade para gerar a melhor experiência possível para o cliente, independentemente do canal utilizado.

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce