Tecnologia e Inovação

As tendências do ano em web design

Desde o início da internet até aos dias de hoje, o web design evoluiu significativamente. Não é de esperar menos, os tempos mudam e as tendências e os gostos dos utilizadores também. Além disso, a tecnologia avança e permite que se façam coisas que outrora não eram possíveis. Como tal, é importante que, mesmo que não as siga estritamente, observe as tendências de web design mais importantes se quiser que o seu projeto continue a expandir-se para se adaptar às preferências do seu público-alvo. Neste artigo, vamos dizer-lhe quais foram as tendências mais importantes deste ano em web design para que fique bem atualizado com as últimas novidades deste setor.

A importância do web design: design é o ponto de união entre estética e funcionalidade e ambos os aspetos são fundamentais para um site. Se uma página tiver elementos técnicos que falham, a conversão será negativamente afetada, pois o utilizador terá problemas de navegação. No entanto, a aparência da página é igualmente importante. Hoje em dia, a competição online entre empresas é feroz, desta forma irá precisar de se diferenciar do resto. É aqui que o web design desempenha um papel importante. Além disso, a UX ou experiência do utilizador, também é muito condicionada pelo mesmo. Dito isto, não é necessário que siga todas as tendências que surgem e as aplique ao seu site. O importante é que avalie o que realmente precisa e aquilo que o poderá ajudar a melhorar a usabilidade do seu site. Pode optar por romper com as regras e ser totalmente original, embora deva ter em conta que o utilizador está acostumado a um certo tipo de formato com o qual se sente confortável ao navegar.

A importância do telemóvel: há alguns anos que o uso do telemóvel para navegar na Internet ganha importância. Além disso, para decidir a ordem dos seus resultados, o Google chegou ao ponto em que avalia apenas a versão mobile das páginas web, deixando de lado a versão desktop. Isso significa que, se não adaptar o seu website para que possa ser visualizado por meio de um dispositivo móvel, poderá perder muitos pontos aos olhos da Google (e do utilizador). Em 2018, o design responsive é mais relevante do que nunca e, neste caso, mais do que uma tendência, é uma obrigação.

Design minimalista: esta tendência está em vigor há anos e continua a estar em 2018. Trata-se de apresentar a informação da forma mais clara e simples possível, com fundos suaves, geralmente brancos ou muito claros, e tipografias sem serifas nem floreados. Em suma, trata-se de utilizar os elementos de design estritamente necessários para destacar o conteúdo, mantendo uma certa harmonia e estética. Menos é mais.

Design modular: O Pinterest é um óptimo exemplo de plataforma que segue esse estilo. Trata-se de utilizar menos texto para colocar blocos que se adaptam ao design responsive e facilitar a leitura.

Interacção e 3D: cada vez mais os sites incluem elementos 3D interativos que reagem de acordo com as ações do utilizador com o cursor. Embora sejam muito eficazes em atrair a atenção do utilizador, estes elementos geram um javascript que pode desacelerar o carregamento na web, por isso é importante não abusar deles.

A importância do polegar: é um dedo fundamental para o uso de telemóveis e, dada a relevância que esses dispositivos têm agora, é essencial ter a sua utilização em mente. Desta forma e para facilitar a navegação do utilizador, cada vez se colocam mais menus na parte inferior da tela e não na parte superior, como de costume até agora.

O web design é um elemento que se tornou imprescindível, pois melhora a experiência do utilizador, gera credibilidade para a marca e faz com que se destaque da sua concorrência. Não tente seguir todas as tendências, mas escolha as que melhor atendem às suas necessidades e, assim, faça com que o utilizador se sinta em casa.

Aqui encontra os melhores conteúdos para o seu e-commerce